Instituto Durmstrang
É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome se quiser ter a conta ativada, não ativaremos nomes comuns utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Museu Folclórico Nacional

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Museu Folclórico Nacional

Mensagem por Nerida Vulchanova em Dom Nov 08, 2015 10:49 am


MUSEU FOLCLÓRICO NACIONAL




* NERIDA VULCHANOVA *
FUNDADORA DO INSTITUTO DURMSTRANG - STAFF MASTER




BULGARIA LADY
INSTITUTO DURMSTRANG
-------------------
♦️

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Museu Folclórico Nacional

Mensagem por Bang Kyung Soo em Seg Jul 31, 2017 8:20 pm


VISITA AO MUSEU DO FOLCLORE
Kyung olhava em volta e só via velharias, aquele museu fedia a mofo, e era silencioso de uma maneira incômoda. Seung caminhava a seu lado explicando um monte de coisas, o mais velho já havia realizado aquela visita quando estava cursando a disciplina do professor Rousseal, e conhecia um monte de lendas, o que estava deixando o pequeno Soo com um pouco de medo. - Pff, quer que eu acredite nisso? - as palavras do mais novo contradiziam com o que ele sentia naquele momento, observar aqueles itens folclóricos sobre pilares e suportes estava sendo bem assustador, principalmente quando ele parava em frente a algum para ler as legendas.

- Sabia que algumas famílias coreanas não tem canetas vermelhas em casa? Diz uma lenda que se você escrever um nome de tinta vermelha a pessoa terá má sorte. - Seung dizia com naturalidade, arrancando um olhar curioso do namorado. - Em famílias mais tradicionais, a tinta vermelha é usada apenas para escrever o nome dos mortos. - ele acrescentou, explicando aquele mito.

- Sabe que eu não conheço bem as tradições coreanas, nasci aqui, assim como minha mãe, mas meu pai é palestino e acabamos seguindo mais a cultura dele... - o menor disse observando outro item da ala de mitos urbanos do museu, chamado “Cosmetic Sesame”. Tratava-se de uma imagem de uma banheira cheia de água com sementes dentro, e uma menina assustadora sentada dentro dela.

“Este mito diz respeito a uma menina que era extremamente obcecada em relação a sua aparência. Ela estava determinada a ser sempre bela, e faria qualquer coisa para manter sua beleza. Um dia, ela ouviu falar sobre um novo tratamento de beleza, que diziam ser muito bom para a pele, deixando-a suave e sedosa. O tratamento envolvia misturar sementes de gergelim no banho de água e mergulhar nele por várias horas.

A moça estava animada para testá-lo, e correu para casa para pôr em prática sua nova descoberta. Quando várias horas se passaram e ela ainda não tinha saído do banheiro, sua mãe começou a se preocupar. Mas cada vez que sua mãe pedia para a menina sair do banho, a resposta era sempre: “só um momento”.

No fim, a mãe não podia mais se conter e foi forçada a abrir a porta do banheiro, ela ficou chocada com o que viu. A semente de gergelim tinha pontilhado o corpo de sua filha, por onde cresceram raízes que se agarraram sobre toda sua pele, entre cada ruga, através de todos os poros. A menina gritava loucamente de dor e por ter perdido sua beleza, no final, ela estava sentada em um canto, e morreu freneticamente tentando remover as sementes com um palito.”

A pequena história resumida estava escrita na legenda abaixo da imagem, Kyung apertava com força o braço do namorado, desviando os olhos da imagem da menina desfigurada, coberta de ramos e feridas por todas as partes. - Anjo, este lugar me assusta. -  murmurou baixinho, fazendo anotações para o relatório que deveria entregar ao professor, juntamente com o recibo do ingresso do museu, como prova de sua estadia ali. - Aish, são tantas coisas sobre fantasmas, mortos, má sorte, estou começando a ficar paranóico. - estalou os dedos aliviado por já estarem no final do percurso, as horas que passou naquele museu não seriam esquecidas tão facilmente. - Depois quero tomar sorvete, talvez o frio faça meu cérebro parar de pensar nos fantasmas que podem estar nos olhando agora. - disse saindo dali com ele, os olhos ardendo de leve com a luminosidade externa, em um desconforto passageiro pelo tempo que passou na penumbra do museu. 


BANG KYUNG SOO
Kiss me
or
Kill me
Make me happy now...
avatar
Estagiário do Ministério Francês


Registro Bruxo
Casa: Kitsune 狐
Habilidade:
Galeões: 5,300
Contato
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum