Instituto Durmstrang
É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome se quiser ter a conta ativada, não ativaremos nomes comuns utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Torre Namsan

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Kyu Won Park em Qui Nov 19, 2015 11:38 pm
Todos vão te dizer um não
 
Eu parei em certa instancia nas barras de barro, encarando a paisagem da cidade iluminada por luzes durante a noite, não podia ver muito, mas o que via era suficiente. Foi com certa surpresa que o percebi rente ao meu corpo, aninhando-se de forma tão gentil e me aquecendo, fazendo por um momento com que esquece de tudo que acontecia ao redor, apenas ciente do toque de suas mãos em minha cintura, e do peito colado as minhas costas. Engoli seco, as mãos tremendo enquanto as entrelaçava sobre a dele, ele tinha tomado a frente, mas eu estava confortável naquele abraço, mesmo completamente vermelha com a situação. Confesso que uma pontada de ciúmes me atingiu a menção de outra mulher, mas desfez-se no segundo seguinte com as palavras gentis a respeito de sua mãe, confesso que me senti culpada- Acho que sei quem o senhor puxou Roussel- Ri baixo me aconchegando melhor sobre os braços fortes do moreno, mordendo os lábios com força com seu comentário-Eu não quero entrar- Disse sinceramente para ele, ocultando a verdade que eu queria permanecer ali próxima, com a desculpa do frio ao menos podia ficar abraçada ao corpo do homem- Está tumultuado lá dentro, é mais fácil ouvir você aqui- Inventei rapidamente a desculpa esperando que ele acreditasse.
Então porque não buscar o sim?


Lotus Graphics
SEE MY EYES....NEON NAEGE PPAJYEOSSEO.
Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Hiroto H. Rousseal em Sex Nov 20, 2015 11:31 pm
Não disfarcei o sorriso quando a jovem comentou seu desejo de continuar no terraço, o frio me permitia tê-la em meus braços, e a sensação parecia me preencher de uma forma muito agradável. – Se assim prefere, continuarei mantendo-a aquecida. – falei controlando a vontade de virar o rosto em sua direção, e encostar os lábios em sua pele tão clara, lisa, quente e convidativa. Suspirei deslizando suavemente as mãos pela sua cintura, apertando de leve sobre o grosso tecido do casaco, me contentando com aquele escasso contato. – Gostaria de vê-la mais vezes. – murmurei cedendo e encostando o queixo levemente sobre seu ombro. – Despertou meu interesse, senhorita Park, e gostaria de conhece-la melhor, se for de seu agrado. – era mais do que obvio que rodeios não eram meu ponto forte, temia que minhas palavras diretas, que costumavam espantar a grande maioria das pessoas, acabassem por espantando-a também, mas eu não podia deixar de evidenciar minhas intenções, sentia que seria mentiroso de minha parte não deixa-la saber o quanto havia me agradado. – Sua inteligência, tanto intelectual quanto emocional, assim como sua objetividade, são qualidades raras demais, confesso que é a primeira vez que proponho a alguém um segundo encontro. – a frase deixou meus lábios, fazendo-me vivenciar algo próximo de uma espécie de insegurança, citar outras pessoas nunca era sábio, mas de alguma forma, ela precisava saber que estava muitos níveis acima de qualquer antiga experiência que porventura minha mente ainda se recorde.


De todas as questões possíveis
Nem todas possuem respostas.

Idade : 30

Ver perfil do usuário
avatar
Diretor de Mahoutokoro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Kyu Won Park em Sex Nov 20, 2015 11:41 pm
Todos vão te dizer um não
 
Tudo bem era uma desculpa e eu não conseguia ver seu rosto , porem senti algo subindo contra a garganta e pigarreei rapidamente a fim de espantar para longe torcendo para não ter uma crise-Obrigado- Murmurei com a voz rouca enquanto me encostava mais a ele, me sentindo confortável em seu abraço, sentindo o casaco grosso em minhas costas e a respiração quente próxima ao ombro. Escutava-o atentamente, e confesso que gostei de saber de sua confissão, compartilhávamos do mesmo desejo ao menos, parecia uma eternidade, mesmo fazendo pouco tempo, ninguém nunca mexera comigo, como ele. Meu coração estava um tanto acelerado, as bochechas coradas por conta do frio e do contato, mas eu confesso que estava gostando de cada minuto-Eu, é claro eu ia gostar muito de vê-lo- Sorri virando o rosto do lado para tentar encara-lo, acabei encostando o nariz em sua bochecha devido a posição da cabeça em meu ombro, corei com a situação voltando a olhar para frente- Nenhuma mulher lhe causou interesse, desse jeito?- Perguntei de uma vez querendo encarar seus olhos, mesmo sem poder- Acho que devo me sentir especial- Disse baixo sem rodeios fingindo interesse na paisagem a frente ainda torcendo por uma possível não crise, se ele descobrisse eu ficaria realmente sem graça.
Então porque não buscar o sim?


Lotus Graphics
SEE MY EYES....NEON NAEGE PPAJYEOSSEO.
Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Hiroto H. Rousseal em Sab Nov 21, 2015 1:47 pm
A reação positiva dela fez com que fosse tomado de um alívio instantâneo, era constrangedor me ver embaraçado como o jovem que já não era, e enrijeci quando senti a ponta de seu nariz gelado tocar casualmente a pele do meu rosto. Controlava meu impulso de virá-la de frente, abraça-la mais intimamente, poder avançar um pouco mais. A reciprocidade de meu interesse estava evidente, ainda assim não poderia saber até que ponto a mulher cederia em um primeiro encontro. – A senhorita é de fato especial, agora mesmo preciso conter o desejo de demonstrar fisicamente o quanto estou interessado, e não agir de forma inapropriada. – desci os lábios até seu ombro, depositando um beijo longo no local, de forma respeitosa sobre as camadas de vestes. – Temo que desaprove minhas atitudes, por mais bem-intencionadas que sejam. – virei o rosto parcialmente em sua direção, apenas para poder vislumbrar seu perfil de relance, a cidade iluminada abaixo de nós refletia em sua pele, só esperava um pequeno sinal, talvez, se ela olhasse de volta, se reduzisse a distância entre nossos rostos...


De todas as questões possíveis
Nem todas possuem respostas.

Idade : 30

Ver perfil do usuário
avatar
Diretor de Mahoutokoro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Kyu Won Park em Sab Nov 21, 2015 6:40 pm
Todos vão te dizer um não
 
Não abra a boca... Dizia eu a mim mesma repetindo mentalmente a frase diversas vezes, se o fizesse iria mentir, e se isso acontecesse teria uma crise ali, na frente dele. Minha cabeça era um turbilhão de pensamentos confusos enquanto meu coração disparava contra o peito, as bochechas avermelhadas pelos comentários rente ao ouvido, e eu torcia para que ele não notasse minha pele arrepiada. Minha vontade era virar o rosto sim enquanto apertava discretamente minhas mãos em cima das suas, soltei um soluço baixo e virei o rosto na direção oposta- Aisshh- Reclamei pra mim mesma, um murmúrio enquanto soluçava de novo, tal coisa não pararia até que não contasse a ele o que sentia de verdade. Me recriminei mentalmente reclamando minha falta de jeito, mas jamais estivera em algo como aquilo antes, tão envolvida-Eu não acho que sejam mal intencionadas e nem as reprovo- Mordi o lábio com força enquanto apertava-lhe as mãos, não estava desconfortável com nada daquilo, só não queria que ele soubesse do defeito de fabricação. Eu precisava de um modo de distrai-lo, algo que o fizesse esquecer perguntas que estariam em sua mente, e eu sabia exatamente o que fazer. Mordi a parte interna da bochecha antes de virar o rosto em direção a ele, e não pensei muito ao faze-lo apenas grudei nossos lábios fechando os olhos ao sentir a maciezes dos dele, o coração disparado no peito, como uma completa boba que eu era.
Então porque não buscar o sim?


Lotus Graphics
SEE MY EYES....NEON NAEGE PPAJYEOSSEO.
Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Hiroto H. Rousseal em Sab Nov 21, 2015 8:01 pm
Quando a jovem começou a soluçar, me culpei por tê-la levado a um local tão frio. Estava prestes a sugerir que seguíssemos para a parte coberta, quando a ouvi comentar que não reprovava minhas atitudes, o que me fez fita-la com um pouco mais de intensidade, aquecendo-a com um mover despreocupado de mãos pelos seus braços cobertos. Agora meu rosto estava totalmente voltado em sua direção, e eu podia sentir que ela hesitava, não saberia dizer o motivo, talvez por falta de experiência, ou por sua cultura tão restritiva, de toda forma, respeitaria sua decisão. – Está soluçando, melhor entrarmos. – sussurrei já aceitando que aquilo seria o máximo que teria dela naquela noite, mas contrariando outra vez minhas expectativas, a moça virou seu rosto em direção ao meu, aproximando seus lábios dos meus até que se tocassem. Minha mão subiu para sua nuca, os dedos emaranhando-se de maneira firme e gentil pelos fios dos cabelos castanhos, enquanto aprofundava o contato, transformando seu selar tímido em um beijo de fato adulto. Apreendi seus lábios entre os meus, a sensação de estar finalmente tendo-a de certa forma como mulher, saboreando seu calor, seu contato, sentindo sua respiração se acelerar junto com a minha. Kyu era simplesmente única, e prometi a mim mesmo que não a decepcionaria, nem a deixaria escapar.  


De todas as questões possíveis
Nem todas possuem respostas.

Idade : 30

Ver perfil do usuário
avatar
Diretor de Mahoutokoro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Kyu Won Park em Dom Nov 22, 2015 11:06 am
Todos vão te dizer um não
 
Eu confesso que fui pega de surpresa pelo contato mais adulto, ainda mais em publico daquela forma, não que de certa forma eu tivesse problemas com isso, até porque passei tempo demais vivendo ne Europa para saber que aquilo era comum nos demais países. Na coreia, meu lugar de origem no entanto, aquilo era quase um pecado, coisa que só se fazia entre quatro paredes, e me fez corar absurdamente ao ter o pensamento que as pessoas olhavam aquilo. Me afastei gentilmente sorrindo para ele, e me virei tocando seu rosto com as mãos, os dedos deslizando em sua bochecha e um sorriso amplo no rosto, eu tive vontade de fazer aquilo desde a primeira vez que nos vimos- Eu...- Sorri de lado suspirando antes de continuar- O que vai fazer nas férias?- Perguntei nervosa retirando a mão do rosto dele, o primeiro convite ele fizera, era justo eu retribuir o gesto- Minha família vai passar as férias aqui na coreia, temos uma casa de veraneio, e bem- Corei envergonhada fitando o rosto dele- Eu ia adorar se você fosse conosco, meu irmão vai levar um amigo e..- Desandei a falar rápido demais, eu estava nervosa, porque ele me deixava nervosa e talvez eu estivesse indo rápido demais.
Então porque não buscar o sim?


Lotus Graphics
SEE MY EYES....NEON NAEGE PPAJYEOSSEO.
Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Hiroto H. Rousseal em Dom Nov 22, 2015 11:59 am
Kyu se afastou um pouco e olhava em volta parecendo constrangida, era fato que em seu país não costumavam expor suas demonstrações de afeto publicamente, e consegui compreender seu embaraço. A jovem tocava meu rosto com seus dedos pequenos e frios, o vento realmente estava castigando-a, o que me fez voltar a abraça-la para mantê-la o mais aquecida possível, ainda com a sensação de seus lábios vívida em minha mente. – A princípio não tenho planos para as férias. – digo sendo surpreendido por sua pergunta, sorrindo amplamente ao perceber que tratava-se de um convite. – Seria um verdadeiro prazer conhecer sua família. – murmurei me aproximando de seu ouvido, a satisfação com a constatação de que a moça partilhava da minha opinião sobre não perder tempo desnecessário com rodeios. – O que quero de você, senhorita Park, é que me permita fazer parte de sua vida. – sorrio segurando seu rosto entre as mãos, beijando brevemente sua testa, de forma respeitosa. – Será uma honra. – concluo entrelaçando meus dedos aos dela, puxando sua mão e beijando também seu dorso. Seus olhos castanhos pareciam leves, e de alguma forma Kyu expressava surpresa, ela havia encontrado uma forma de cativar-me, uma maneira única que a fez ocupar quase por completo meus pensamentos, minhas vontades, dando-me novamente motivos para sorrir.


De todas as questões possíveis
Nem todas possuem respostas.

Idade : 30

Ver perfil do usuário
avatar
Diretor de Mahoutokoro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Kyu Won Park em Dom Nov 22, 2015 12:14 pm
Todos vão te dizer um não
 
Eu me sentia confortável ali abraçada a ele e o sorriso não deixava meus lábios, meu olhos brilhando com sua resposta enquanto a pele do pescoço se arrepiava com o hálito quente batendo na região- Então vamos juntos, pode me encontrar no profeta no fim de semana? Eu vou sair de lá e ir direto- Perguntei sorrindo colocando uma mexa do cabelo atrás da orelha enquanto o fitava, minhas mãos entrelaçadas as suas com os polegares acariciando a região, os casais ao redor deviam pensar que éramos casados pelos contatos mais íntimos, sem saber que aquilo não passava do inicio de um relacionamento. Sua resposta me fizer sorrir amplamente e logo deixamos o lugar com o compromisso novo marcado, ao que tudo indicava aquilo estava longe de acabar.
Então porque não buscar o sim?


Lotus Graphics
SEE MY EYES....NEON NAEGE PPAJYEOSSEO.
Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum