Instituto Durmstrang
É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome se quiser ter a conta ativada, não ativaremos nomes comuns utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Modern Mango Bar

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Godric Gryffindor em Sab Jul 29, 2017 5:45 pm

Modern Mango Bar




Construído em uma cúpula acima do mar, o bar é sempre palco de muita animação. É aberto das 17 às 5 horas e possui música ao vivo em três dias da semana. Drinks de todos os tipos são servidos pelos barmans, além de petiscos e lanches. Possui um segurança na entrada que proíbe a passagem de menores de idade.  

Valores:

Cerveja Suja: A bebida é uma mescla de duas partes de cerveja para uma parte de vodka e suco de dois limões. É servido gelado em uma caneca de vidro transparente decorada com limão e sal. G$8
Apple Martini: A bebida adocicada é preparada com vodka, licor de maça e Cointreau. É servida em uma taça de martine decorada com uma cereja. G$10
Beijo Russo: Uma bebida doce e refrescante feita com sabor de cereja preparada a partir de uma mistura de vodka, club soda e groselha. É servida gelada em um copo On The Rocks e decorado com cerejas frescas. G$ 13
Lactobacilos Bêbados: Drink de sabor doce e característico feito a partir da combinação de leite fermentado com leite condensado, canela e vodka. É servido em um Old Fashioned Glass com gelo e canela polvilhada. G$ 10
Nicolette: De tom verde água e sabor cítrico, o Nicolette é uma mistura de abacaxi e laranja com licor triple sec de laranja e vodka. É servido gelado em uma taça Long Drink decorada com folhas de menta. G$ 15
Kriptonita: Com refrescante sabor de menta, o drink é uma mescla de sabores fortes feita com licor de menta, vodka e gelo. É servido em um copo Highball e a bebida é verde escura em baixo, subindo em degradê até o transparente. Possui teor alcoólico muito alto e dificilmente alguém consegue tomar mais do que três drinks como este. G$25
Batida do Olympo: Cremosa e extremamente doce, este drink é um dos mais fortes do bar e pouco recomentado para aqueles que se embebedam com facilidade. A bebida é uma mescla de iogurte, morangos frescos, chocolate derretido e vinho branco seco 15%. É servido em uma taça long drink decorado com morangos frescos. G$25
Cosmopolitan: A bebida tende a ser a favorita das mulheres e é preparada a partir da mistura de vodka, cointreau e suco de limão e cranberry. Tem teor alcoólico mediano e é servida em taça de martine. G$10
Jelly Shots de Morango: Gelatina sabor morango servida em taças de shot feitas com vodka. G$5
Jelly Shots de Uva: Gelatina de uva servida em taças de shot feitas com vinho tinto. G$6
Sex On The Beach: Drink clássico feito a base de licor de pêssego, suco de laranja vodka e suco de cranberry. É servido em uma taça escandinava e decorado com uma fatia de laranja. G$14
Mojito: Refrescante e bonita, a bebida gasosa é preparada com a mistura de rum e hortelã fresca. É servido em um copo Collins decorado com hortelã e gelo. G$9
Bloody Marry: De sabor exótico, a bebida é preparada com vodka mesclado com tomate, sal, molho inglês, limão e pimenta preta. É servido em uma taça escandinava decorada com pimenta moída. G$15
Piña Colada: Flavorizada com coco e abacaxi, a bebida é a base de rum ou vodka e é servido em copo Hurricane decorado com coco ralado e uma fatia de abacaxi. G$15
Martini Wasabi: Feita a base de vodka, é flavorizada com café de wasabi, licor de lichia e vermute dry. A bebida é leitosa e servida em taça de martine. G$18
Choconhaque: Feita com chocolate derretido, conhaque e essência de baunilha, a bebida é doce e cremosa, mas de teor alcoólico considerável. É servida em um copo Old Fashioned e decorada com espuma de leite. G$12
Cactus Pear Margarita: Mistura de tequila, licor de laranja, suco de Opuntia (cacto comestível) e suco de limão com sabor cítrico e exótico. é servido em um copo Highball decorado com sal. G$20
B-52: Feito com creme irlandês, licor de conhaque com laranja e licor de café. A bebida é trifásica, servida em chamas em um copo de shot. G$20
Marguerita: A bebida a base de licor de laranja e tequila é uma das mais pedidas e é servida em uma taça de martini decorada com uma azeitona. G$10
V de Vingança: Flavorizada com refrigerante de cola e feita a base de uma combinação perigosa de destilados. Tem teor alcoólico altíssimo e é pouco indicado repetir a dose.  G$30










"Bold Gryffindor, from wild moor."
Ver perfil do usuário
avatar
Administradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aalyah M. Kantayeni Odion em Qui Ago 10, 2017 12:50 am

Forgive me, please
BE BRAVE


N
iara tinha uma preguiça impregnada dentro da alma de ter que sair para comer que chegava me dava preguiça só de ver. A comida estava a sua frente, mas ela preferia sempre pedir para levar para casa e comer na cama, ligar para o delivery ou me fazer buscar e dessa vez ela resolveu pedir no quarto. Certas coisas nunca, nunca, nunca mudam!

-Vamos beber um pouco pelo menos, Ni, vai ser bom! -Ela retrucou.- A gente espera acabar aqui e vai. Ainda está cedo, você dorme tarde. É melhor do que ficar trancada no quarto! Vamos lá, deixa de coisa! -E ela cedeu.

Assim que acabou a premiação e ficamos em segundo lugar, perdendo para o carinha do Toxic, seguimos para o deck do bar que ficava próximo. O lugar era tipo fo**, lindo! Era dentro do mar a parada, muita loucura e de quebra, ainda havia música ao vivo. -Putz, que lugar é esse, mano do céu?- Admirei cada canto que pude. Sentei-me em um dos bancos junto ao balcão. -Segundo lugar e agora você temos coroas de flores na cabeça, que deve estar divina com meu modelinho e esse botom exclusivo do hotel. -Apontei para ele.- Gostou de participar, de ouvir aquelas piadas sem noção e vibe em geral?- Encostei o cotovelo na banca e apoiei a cabeça em minha mão. Uma moça nos entrega os cardápios. -Obrigada!- Foleio, lendo os drinks e juro que fiquei indecisa. -Tem coisa pakas. Vai de quê?Dou mais uma passada de olho antes de pedir- Uma dose de B-52 e o que ela pedir. -Aponto com a cabeça para Ni.



AALYAH VESTE







# Dear love forgive me, please?

# JUST BE STRONG


Aalyah Dulane Makini Kantayeni Odion
I'M BRINGIN' SEXY BACK!
Idade : 26

Localização : London

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Niara A. Kijani Odion em Qui Ago 10, 2017 1:32 am
What now?!
-"Mano do céu"? - Aalyah sempre surgia com novas gírias e estava sempre um pouco surpresa com como o vocabulário informal é capaz de se expandir. 
Encaro Aalyah de cima a baixo e deixo escapar uma gargalhada. - Nem vamos entrar no mérito de quão maravilhoso isso está porque teria que te dar a minha como premiação por melhor look e não estou nada afim. - Brinco, fazendo uma careta. Fito o mar antes de lhe responder, tentando usar a sua própria frase para justificar sua presença ali. "Melhor que estar no quarto", afirmei para mim mesma, "mesmo que Aalyah não fosse exatamente a companhia que estava esperando". - Não foi ruim. - Disse, dando de ombros. - Essa história toda me bagunçou as ideias. Se é pra beber, vamos logo antes que eu mude de ideia e te largue aí. - Embora meu tom de voz fosse sério, minha linguagem corporal não demonstrava o nível de tensão que talvez deveria. 
Recebemos um menu e Aalyah logo escolhe o seu, perguntando o que eu queria. Corro os olhos rapidamente pelo papel e processando meus favoritos. Era fato que eu beberia até mesmo água-rás de essa me fosse servida, mas não estava exatamente no clima de uma farra. - Batida do Olympo. - Vejo Aalyah me encarar com estranheza e dou de ombros sem comentar. O drink era mais uma sobremesa que qualquer coisa e estava ciente disso, mas estava longe de ser minha escolha habitual. Normalmente optaria por qualquer coisa potencialmente destrutiva e "rápida", sendo que eu era a primeira a sentar e a última a cair. 
I just can't figure it out



Localização : Londres

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aalyah M. Kantayeni Odion em Qui Ago 10, 2017 2:07 am

Forgive me, please
BE BRAVE


E
ncaro Niara com um bico e sobrancelha arqueada quando vejo o que ela pediu -Batida do Olympo? Sério isso? -Passo o olho no cardápio outra vez. -Niara, você definitivamente não está bem! Isso nem pode ser considerado uma bebida! -Chamo a atendente. -Pode trazer também um V de Vingança e um Nicolette, os dois beeeeem gelados?- Ela anota o novo pedido e Ni parece estranhar.

Em qualquer situação normal, Niara já havia pedido o segundo copo de drink mais alcoólico do menu. Uma sobremesa que leva vinho branco sendo que conhecendo minha ex como eu conheço, não iria servir nem para deixar ela 'levemente sensual'* me fez pensar no quanto ela estava sofrendo e apenas fazendo caras e bocas. Me fez pensar também que eu estar ali anda era unicamente porque ela não tinha com quem falar, pudera. Estava disposta a pagar o preço. As bebidas chegam. -O shot e o V são para mim, o cremosinho e o Nicolette para ela. Valeu!-Niara revira os olhos e me encara. -Quê? Vai tomar esse pudim de vinho? Beba algo descente, faz favor. Eu sei que você gosta do outro. -Viro o pequeno copo fazendo careta no final. -Ah e antes que eu me esqueça, 'mano do céu' é tipo, meu merlim, pelos deuses, cara, saca?- Começo a bebericar o copo maior.

*Levemente Sensual: Diz-se pessoa que não está sã, mas não está bêbada, apenas estado de plena alegria com chances de passar vergonha na frente dos outros. O indivíduo poderá ficar chato nessa hora. É o momento ideal para saber se deve contiar ou parar de beber. (Perigo de gofo eminente.) -Dicionário informal da Aalyah.



AALYAH VESTE







# Dear love forgive me, please?

# JUST BE STRONG


Última edição por Aalyah D Makini Kantayeni em Qui Ago 10, 2017 3:15 am, editado 2 vez(es)


Aalyah Dulane Makini Kantayeni Odion
I'M BRINGIN' SEXY BACK!
Idade : 26

Localização : London

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Niara A. Kijani Odion em Qui Ago 10, 2017 2:43 am
What now?!
-Porque não?- Pergunto diante de sua perplexidade. -Até onde sei, não mata. - Sei que o problema era exatamente este, mas me faço de santa. O drink mal poderia matar as bactérias da minha boca. -Tá no cardápio? É bebida. - Respondo na defensiva, me esquivando de qualquer pergunta ou comentário comprometedor. Ela chama pelo atendente e pede outros dois drinks. A encaro um tanto quanto confusa, mas temo saber do que se tratava. 
Tão logo as bebidas chegam, Aalyah confirma minhas suspeitas. Reviro os olhos em protesto, embora soubesse que seria difícil convencê-la de que não estava a fim. Encaro o copo com a bebida e, embora saiba que amo o sabor da mesma, não sinto a menor vontade de tomá-lo. Ainda assim, sorvo dois longos goles, fazendo careta ao sentir o álcool queimar. Aalyah ri do movimento pouco esperto e lhe faço uma careta em resposta. - Pateta... E, "mano do céu", deixa meu pudim de vinho em paz. Pode não parecer mas tem álcool aqui. Em algum lugar. E tem morangos, é reconfortante. - Brinco, embora haja um fundo de verdade nisso tudo. Tomo o restante do Nicolette o mais rápido possível e tento sorver o conteúdo da outra taça normalmente, mas acabo pedindo por uma colher. Estava realmente tão cremoso que assemelhava-se muito com um pudim. Aalyah parece achar graça da situação, embora esteja com uma expressão um pouco engraçada que não sou capaz de decifrar. Preocupação talvez? - Tudo bem? 
I just can't figure it out



Localização : Londres

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aalyah M. Kantayeni Odion em Qui Ago 10, 2017 3:50 am

Forgive me, please
BE BRAVE


S
igo tomando meu V de Vingança e acabo percebendo que devo ir com um pouco mais de calma. A bebida tinha um gosto incrível e o refrigerante de cola mascarava todo o álcool que continha naquele copo.
Se eu entornasse mais três dele muito rápido, me jogaria  de roupa mesmo no mar, naquele breu e nadaria  eternamente, como se não houvesse amanhã e olha que eu sou forte para bebidas. Não ao nível hard core de Niara, mas sou.

-É, pelo menos morango com chocolate é gostoso,né? -Dou de ombros. Ela já havia tomado todo o seu Nicollete primeiro e de maneira rápida, nada que vá afetar, deve haver qualquer coisa no lugar do fígado dela para conseguir beber sem tombar.

-Pateta é seu cremosinho, Boboca! -Lhe mostro a língua. Rio da maneira que Ni tentava tomar aquele 'pudiviho'. O negócio era tão consistente que ela não conseguiria tal proeza.. Acabou solicitando uma - -E pode até estar no cardápio, mas ninguém toma pinga de colher. Isso é muito...peculiar, como você diz. Nunca vi isso na vida, frescura. Bebe que nem gente! - Roubo um dos morangos do pudim dela e posso ouvir ela bufar, Niara odiava isso.Penso no que acabo de falar e divago em meus pensamentos por algum tempo. Lembro do nosso primeiro porre juntas, ainda estudávamos em Uagadou, mas era época de férias. Comemorávamos o Natal e bebidas sempre foram livres na casa do Odion, desde de que se tivesse quinze anos completos. Ni estava se formando naquele ano e a minha vida era boa agora que finalmente podia ser eu. Na época, nós tomamos tanta pinga típica de Porto Novo com frutas, preparado por tia Meeca que não sabíamos mais falar os próprios nomes. Demos um trabalhão no fim das contas. Depois, beber virou meu conforto. Após o ataque, a vida mudou muito e sair do mundo era melhor. Estava acontecendo o mesmo agora. As duas estavam bebendo para tentar esquecer coisas ruins. Niara por seus parentes e quem sabe, por meu aparecimento repentino. Eu, por está tentando reconquistar Niara e por não poder parar de pensar em minha família Odion. Aquilo havia me mexido de uma maneira louca, era minha família também e eu estava longe quando aconteceu. Deixei todos na mão e quando precisei, fizeram o oposto mas o pior era o amor que eu sentia por eles. -Hã? -Volto quando ela me chama. -Para ser sincera? Estou preocupada pakas! Quero poder fazer mais do que te tentar fazer te sentir bem momentaneamente. -Tento desfaçar meu olhar que sempre me entrega, mas sei que nunca consigo.- Sabe amor, é minha família também,dói!-


AALYAH VESTE








# Dear love forgive me, please?

# JUST BE STRONG


Aalyah Dulane Makini Kantayeni Odion
I'M BRINGIN' SEXY BACK!
Idade : 26

Localização : London

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Niara A. Kijani Odion em Qui Ago 10, 2017 4:59 pm
What now?!
- Deixa de ser quadrada, Aalyah! É gostoso... - Retruco, revirando os olhos ao vê-la roubar o morango do copo. 
-Niara. - Corrijo Aalyah imediatamente ao perceber do que tinha sido chamada. Aalyah parece um pouco constrangida, mas nenhuma de nós transforma isso em um caso, felizmente. Ela sempre me chamava assim quando estávamos juntas, mesmo que eu usasse quase sempre seu nome completo e nada além disso. Acabo tão sem graça quanto ela por tudo o que tinha sido dito. Pego uma colher cheia e ponho na boca, sentindo a garganta travar com a quantidade de doce. Fico em silêncio por longos segundos tentando engolir aquilo tudo e posso quase ter a certeza de que Aalyah estava rindo de mim quando abano a mão para pedir um copo de água para o atendente. 
Sempre me estabanava quando estava desconcertada. Praguejei baixo comigo mesma antes de respondê-la. - Adoraria poder replicar isso com um não, mas é de fato sua família também. Vá falar com Nahla e Meeca, elas devem estar precisando de ajuda com as crianças, já que quer tanto. - Minha voz sai baixa, mas soa como um protesto velado. Rapidamente me lembrei de tudo o que havia acontecido entre nós duas e meus olhos mudam. Vejo meu último ano passar em frente os meus olhos como um filme em poucos segundos e deixo minha cabeça pender sobre uma das mãos, como sempre fazia quando estava chateada com algo. Empurro a batida para o lado, deixando metade do conteúdo no copo. Peço por outro Nicolette, tentando ignorar o olhar que Aalyah me lançava. Ao contrário dela, bebia para comemorar as alegrias da vida ou simplesmente para curtir o momento. Beber para esquecer não era bem a minha praia, mas agora parece uma boa ideia. 
I just can't figure it out



Localização : Londres

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aalyah M. Kantayeni Odion em Qui Ago 10, 2017 6:41 pm

Forgive me, please
BE BRAVE


O
doce de vinho realmente parecia gostoso, mas eu tomaria/comeria aquilo em casa como sobremesa.
-Niara!- Afirmo com a cabeça e fico quieta. Eu havia esquecido completamente de que não estávamos juntas. Ni sempre esteve do meu lado nos meus momentos frágeis e sensível e aquele era um deles. Amor foi apelido mais carinhoso que eu já a chamei e era verdadeiro. Não ia contestar nada, não tinha esse direito, agora era Niara. A fito quando ela decide enfiar uma colher cheia do cremosinho na boca e eu já sabia que ia dar merda. Mil anos para engolir a parada, antes de reclamar e pedir água. Queria jogar na cara "Eu te falei" e rir daquilo mas não era hora.

-Sim, vou visitar Mãe Nhala e Tia Meeca ainda essa semana sem falta. -Respondi prontamente após a seu comentário ríspido em relação ao meu desabafo. -Vou ajudar com as crianças no que mais for preciso, mesmo que seja em um lugar minúsculo-. Eu poderia ter sumido, mas não foi para não ficar louca. Eu tive motivos e mesmo que ele morra comigo, eu tive. Niara não sabia lidar com conflitos, fugia deles e nunca assumia. Enquanto a família dela estava 'se virando' em qualquer muquifo em Londres, ela estava em uma suíte presidencial luxuosa na Austrália a beira mar. Aquele quarto deveria ser maior que o casebre que o resto dos Odion estavam passando seus dias. Por mais que meu amor por aquela mulher seja imensurável e eterno, sei que ela deve rever esse conceito em sua vida. Niara abandona a Batida do Olympo e pede outro Nicolette. Lanço-lhe um olhar e pela maneira como se portava sei que estava chateada. Posso apostar que tem a ver com a minha presença ali, a conheço bem. Niara tem trejeitos para todos os sentimentos. -Outro desse, por favor?- Enquanto aguardo a bebida, permaneço em silêncio, com as mãos cruzadas no balcão e a cabeça baixa. Mexo no cabelo algumas vezes. O clima havia pesado novamente, estava determinada a tomar só mais aquela dose, tentar levar Niara para o seu quarto e fazer meu check in no hotel. Posso imaginar como foi difícil para ela, também foi para mim. É difícil estar separado de quem se ama, mais ainda quando única coisa que se quer é sentir o seu cheiro, ver o seu sorriso lindo todas as manhãs e abraça-la como se o mundo fosse acabar no outro dia. Quase aconteceu. Se não fosse Maliki..

A bebida chega. Me levanto e atravesso o local até um lugar mais isolado. Me sento na beira do deck com as pernas soltas, quase batendo no mar que estava baixo para a hora. Não queria por nada que Niara visse meu olhar, ela me conhecia muito bem, saberia que algo estava errado mas eu negaria até o fim. Fecho os meus olhos por alguns segundos e respiro aquela brisa. Começo a minha segunda rodada de falsa alegria.


AALYAH VESTE








# Dear love forgive me, please?

# JUST BE STRONG


Aalyah Dulane Makini Kantayeni Odion
I'M BRINGIN' SEXY BACK!
Idade : 26

Localização : London

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Niara A. Kijani Odion em Qui Ago 10, 2017 7:20 pm
What now?!
Fecho os olhos e a última imagem que me vem é a dos corpos destruídos de meus tios. Khadija caída sobre a cama com a face cortada em tantos talhos que uma das bochechas pendia sobre o pescoço enquanto o sangue, ainda quente, molhava o travesseiro. Fynn, jogado na porta do closet e ainda mais deformado que a esposa, com os lábios rasgados em tantos cortes profundos e perfeitos que era possível ver a raiz dos dentes. Me pergunto se teria Alika assistido a esse show de horrores. 
Vejo Aalyah sair em direção ao deck e considero ir atrás dela. Peço por dois Kriptonita e os tomo mais rápido do que deveria, tentando aplacar a agonia que tal ideia me trazia. Uma lágrima escorre e a limpo rapidamente, pigarreando para tentar limpar a voz embargada. Seria alguém tão cruel a ponto de fazer uma menina tão jovem assistir à mutilação dos próprios pais? Meu corpo se arrepia por inteiro quando Aalyah retorna, quase em silêncio, e toca meu braço. - Niara? - Tamanho é meu susto que tombo da banqueta, caindo aos pés de minha ex. 
Estava tão entretida com meus próprios pensamentos que sequer me lembrei que ela provavelmente esperava que me sentasse com ela. A culpa por tudo o que aconteceu naquela noite me corroía de tal modo que sequer conseguia estar na mesma casa que os filhos de Khadija. Se eu tivesse feito o que deveria ter feito naquela noite, não seria tudo diferente? - Tô bem, relaxa. Só me assustei.
Aalyah me ajuda a levantar e pego seu copo no balcão. Restava pouco do último drink que Aalyah pedira, mas tomo o restante em um único gole. - Eu e minha incrível habilidade de passar vergonha. - Meu riso é um pouco torpe devido à já elevada quantidade de álcool que ingeri, então decido parar por ali. Sabia que não iam levar nem dez minutos para isso tudo subir e eu ficar "feliz". Pego Aalyah pela mão sem dizer uma palavra, caminhando até a areia e me jogo no chão, encarando o céu estrelado. -Não seria lindo se o mundo todo fosse assim? 
I just can't figure it out



Localização : Londres

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aalyah M. Kantayeni Odion em Sex Ago 11, 2017 11:44 am

Forgive me, please
BE BRAVE


A
cendo um cigarro para acompanhar a bebida. Não consigo ver muito do mar adentro mas o barulho que ele fazia e a brisa fresca era maravilhosa. Solvo goles do copo e trago o fumo. Meus pensamentos começam a se misturar. Penso em tudo o que se passou no último ano e em como o homem pode ser perverso. Penso na família Odion, em seu sofrimento, em onde estava Alika e com quem. Será que ela teve o mesmo destino dos pais e ninguém soube ou levantou essa hipótese por não terem encontrado o corpo? Eu precisava saber da pequena, a todo custo, era minha família. Khadija e Fynn mortos, dilacerados...Balanço a cabeça para espantar tudo aquilo de minha cabeça e tomo quase toda a bebida do copo terminando o cigarro também. Decido voltar ao balcão. Ni não veio se sentar comigo, melhor ver se ela não quer ir para o seu quarto.

-Niara? Digo ao tocar em seu ombro. Não sei por que raios mas ela leva um susto enorme que acaba caindo do banco na altura de meus pés. -Você está bem? -Coloco meu copo na bancada e a ajudo a se levantar. Pelo tom de voz e pela gargalhada, seu que ela já está um pouco 'alta'. Ela solve o que resta de bebida em meu copo e me carrega pelas mãos até a areia da praia.

-Não seria lindo se o mundo todo fosse assim?- Me perguntou olhando para o céu já sentada na areia.

-Acho que sim. É escuro mas limpo e as estrelas iluminam sempre. É calmo. É lindo. -Me sento ao seu lado cruzando as pernas em minha frente, segurando com as mãos. -É como se sempre estivesse uma saída em meio ao caos, Yng e Yang. E mesmo quando o sol chega, continua lindo e a sincronia com a lua é perfeita. -Abaixo a cabeça. -Esse lugar todo é tão perfeito que se  o mundo fosse assim, talvez não tivesse graça, sei lá... O que é perfeição para você nesse momento da vida? -Lanço-lhe um olhar sereno. Ainda estava divagando.



AALYAH VESTE









# Dear love forgive me, please?

# JUST BE STRONG


Aalyah Dulane Makini Kantayeni Odion
I'M BRINGIN' SEXY BACK!
Idade : 26

Localização : London

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Niara A. Kijani Odion em Dom Ago 13, 2017 12:52 am
What now?!
Sorrio diante da análise de Aalyah e sou obrigada a concordar. Se todo o mundo fosse assim, tão maravilhoso, não saberíamos jamais dar o devido valor a tudo isso. 
Contudo não consigo deixar de considerar uma grande injustiça da vida que tais belezas só possam ser apreciadas por poucos. Não há nada que o dinheiro não compre, mas tem coisas que talvez ele não devesse alcançar.
Viro o rosto na direção de Aalyah, com um sorriso fraco pairando nos lábios, enquanto penso em uma resposta. Perfeição era uma coisa tão distante da minha realidade naquele momento da minha vida que sequer conseguia me lembrar da resposta. - Eu? - Brinco, piscando um olho para Aalyah em meio a uma risada. - Já parei. Brincadeiras a parte, não sei se eu tenho uma resposta pra sua pergunta. - Suspiro, voltando o rosto para o mar a nossa frente. - Talvez a vida que eu já tive um dia... E pra você? - E talvez fosse de fato. Talvez a minha ideia de perfeição tivesse morrido ali, naquele dia em que tudo começou a ficar torto. Talvez minha concepção de perfeição estivesse naqueles dias de constante alegria, muito antes de Aalyah partir, quando toda a família estava junta e unida...
I just can't figure it out



Localização : Londres

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aalyah M. Kantayeni Odion em Dom Ago 13, 2017 1:35 am

Forgive me, please
BE BRAVE


S
olto uma risada com a brincadeira de Niara. -É devo concordar que você é perfeita.- Maneio com a cabeça e volto a olhar para o céu. -Parei também.-, Havia veracidade na minha sentença, mas não era hora. Escuto Ni falar e paro para pesar em minha resposta. Perfeição era algo complicado, eu já havia perdido a sensação de viver o 'meu mundo perfeito'. A vida é simplesmente uma merda que está aí para foder com a gente. Fazemos escolhas erradas que geram consequências irreversíveis e quando percebemos, é tarde demais, o mundo está de cabeça para baixo. Não existe nada além de você tentando sobreviver nesse universo cruel.

Viro o rosto para Niara e suspiro. -Tenho que concordar com você. -Olho de relance para o chão e volto o olhar para ela. - Perfeição talvez seja a vida que eu também já tive um dia.- Volto a olhar as estrelas.- Mas pensando bem, nem as estrelas são perfeitas, elas perdem o brilho e caem, todos nós caímos um dia, não somos perfeitos. Pensamos viver assim quando estamos felizes mas é tudo tão foda que desmorona. -Me viro de frente para ela. -Ainda assim, prefiro viver pensando que tudo é perfeito, que nada vai acontecer, que eu ou ninguém vai sucumbir que nada vai acontecer...Era tudo tão melhor...tão surreal...- Me pego pensando na tragedia da família Odion e em minha culpa por ter estado tão longe tanto tempo. -Talvez exista perfeição em algum lugar novamente...-



AALYAH VESTE









# Dear love forgive me, please?

# JUST BE STRONG


Aalyah Dulane Makini Kantayeni Odion
I'M BRINGIN' SEXY BACK!
Idade : 26

Localização : London

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Niara A. Kijani Odion em Dom Ago 13, 2017 2:21 am
What now?!
- Você sempre foi uma sonhadora, não me surpreendo pela resposta. - Sorrio, dando de ombros. Meu corpo já parecia tão leve e tão pesado ao mesmo tempo devido à bebida que sentia meus movimentos saírem um pouco estranhos. - Mas tenho que discordar quanto à ideia de que nada é perfeito e que tudo cai. Eu, como eu disse, sou perfeitíssima e continuo inteira. - Brinco, tocando os seios com a mão como quem faz questão de mostrar que estão firmes. Aalyah retruca a brincadeira e empurro seu ombro com um pouco mais de força do que pretendia, a fazendo cair deitada na areia. - Desculpa! Machucou? Acho que eu devia ter levado mais a sério o aviso do teor alcoólico daquele treco verde. - Dou uma risada baixa e acabo me deitando também ao perceber que Aalyah já tinha se acomodado.  Encaro o céu em silêncio por muito tempo, sem saber o que fazer ou falar, já não conseguia me lembrar direito por que motivo parecia tão desconcertada ao lado de Aalyah. Sinto a ponta do meu dedo tocar a mão dela e permaneço quieta, sem saber se tirava a mão como queria qualquer parte adormecida da minha razão ou se pegava sua mão, como pedia meu emocional. 
I just can't figure it out



Localização : Londres

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aalyah M. Kantayeni Odion em Dom Ago 13, 2017 3:24 am

Forgive me, please
BE BRAVE


-P
ode ser. -Talvez eu seja mesmo sonhadora demais, sempre fui e isso era péssimo. -Ai Niara, você e a sua modéstia! -Fechei os olhos para repelir os pensamentos tentadores. Quando abri os olhos, Ni estava em cima de mim, me dando um baita susto.

-Desculpa! Machucou? Acho que eu devia ter levado mais a sério o aviso do teor alcoólico daquele treco verde- Ela havia brincado comigo e tocado seu ombro no meu com força ou coisa do tipo, nos fazendo tombar.

-Está sim, fica sussa. Eu também me distraí aqui e não tomei cuidado com o teor de álcool de nada. -Dei uma risada e me deitei na areia. Eu estava 'levemente sensual' aquela altura.

O álcool na bebida que peguei é todo mascarado pelo refrigerante e te faz sentir tranquilo por um longo período mas quando o organismo sente, é de uma vez. Olho para o céu, estrelado e limpo em silêncio e sinto quando Ni se deita ao meu lado. A ponta de seu dedo toca a minha mão. A minha vontade e de juntar as duas mãos, mas não sei se seria prudente. Sigo olhando para cima, lutando contra os meus sentimentos, enquanto um silêncio mortal reina. Tomo fôlego e vagarosamente uno a minha mão a dela, entrelaçando os nossos dedos. Sinto um arrepio em meu corpo. Viro o rosto em sua direção com o coração a sair pela boca. -Me desculpa. -Solto as mãos devagar e contrariada.



AALYAH VESTE









# Dear love forgive me, please?

# JUST BE STRONG


Aalyah Dulane Makini Kantayeni Odion
I'M BRINGIN' SEXY BACK!
Idade : 26

Localização : London

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Niara A. Kijani Odion em Dom Ago 13, 2017 3:43 am
What now?!
Aalyah pega minha mão e sinto meu coração parar por alguns segundos. Meus músculos se tornam rígidos, mas ainda consigo apertar meus dedos ao redor de sua mão em um impulso. Não sei explicar porque ainda estava ali com Aalyah, porque é que estávamos tendo um momento juntas quando na verdade estava tão magoada com ela, tão machucada pelos seus atos, mas a verdade é que algum lugar do meu subconsciente queria estar ali. Eu já tinha perdido tanto que sequer era capaz de mandá-la embora como talvez fosse certo fazer. 
- Tudo bem. - Sussurro, me deitando de lado e fitando seu rosto por algum tempo. Talvez eu nunca vá ser capaz de entender porque é que ela nunca me deixou uma carta sequer, um bilhete que fosse. Porque é que ela jogaria no lixo dez anos de história exatamente quando estávamos tão felizes. Talvez ela não estivesse feliz e fosse por isso, mas eu estava radiante, tamanha era minha felicidade que parecia resplandecer. Estava no pico de minha felicidade e graças a isso o baque de perdê-la de maneira tão inexplicada foi ainda maior, mesmo que jamais tenha me dado ao luxo de expressá-lo. Embora seja muito honesta, jamais deixaria que, após tamanho constrangimento, as pessoas ainda percebessem que estava sofrendo. Assim, decretei que não perderia meu tempo com lágrimas e que sequer tocaria em seu nome outra vez.
Sinto meus olhos marejarem e tento esconder a situação voltando a encarar o céu acima de nós. Tinha bebido demais e tudo o que sentia parecia tantas vezes mais intenso que temia acabar fazendo alguma besteira. - Sabe o que eu queria? Outro pudim de vinho. - Minha risada sai rouca pela emoção, mas ela parece comprar a ideia e me alivio. - Pode ser fresco, mas é gostoso! 
I just can't figure it out



Localização : Londres

Ver perfil do usuário
avatar
Bruxos Maiores de Idade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum