Instituto Durmstrang
É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome se quiser ter a conta ativada, não ativaremos nomes comuns utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[FP] Victoria N. Arathorn

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Victoria N. Arathorn

Mensagem por Victoria N. Arathorn em Qua Maio 31, 2017 10:14 pm

Victoria Níðhöggr Arathorn
33 Anos — Bruxa das Trevas/Russia — BRUXO— PP

DADOS IMPORTANTES
Cargo desejado » Mercenária/Terapeuta

País atual » Romênia
Habilidades » Meio Veela[/center]

DESCRICÕES
Descricão psicológica »
Não foi uma família disfuncional que criou sua personalidade, ou um trama durante a infância. Ela simplesmente nasceu assim,uma obra prima de Kubrick. idadã exemplar que nunca atrasa seus impostos, ótima relação com a família e sempre pronta para ajudar quem precisa. É amável com seus pacientes e educada com seus colegas de trabalho.

Despida de suas identidades apresenta um sorriso sedutor e uma incrível audácia nos gestos e palavras.Possui uma natureza manipuladora capaz de elevar os outros ao nível da loucura. Raramente irá ouvir falar de seu passado à não ser que você seja um cadáver e ela esteja bêbada, não que isso seja possível,seu corpo já não consegue mais entrar no torpor referente ao álcool, mas mentir faz parte da vida;

Biografía »

Seus pai conheceu sua mãe no meio de um bosque da Escócia, um naturalista que ao ter se tornado uma pária da sociedade por sua forma de pensar, decidiu se isolar nas florestas mágicas, e, de alguma forma, conseguiu encantar uma Veela. Tudo aconteceu rapidamente e, em menos de um ano, já estavam casados e com filhos a caminho: Dorian e Victoria, um casal de gêmeos.

Ninguém descobre que é um meio-veela, você nasce já sabendo disso, apesar da descoberta que nem todas as mães soltam bolas de fogo pelas mãos e nem se transformam quando estão com raiva ter sido feita aos 4 anos, quando, na escolinha, comentou das habilidades da mãe e todas as professoras, encantada com os gêmeos de cabelos brancos, pareciam horrorizados com a descoberta. Mas pouco há de diferença entre uma criança normal e a de um híbrido, não há como notar as diferenças no mundo trouxa e os dias em Hogwarts são tranquilos, apesar de por causa de suas habilidades, se tornarem mimados e populares. Ao menos tentarem isso, a beleza não ganha daqueles que possuem dinheiro.

E isso define sua vida até a graduação em Hogwarts, uma sucessão de fatos entediantes e comuns de sua vida. Ninguém está interessado com quem ela deu o primeiro beijo ou das caminhadas de madrugada para entrar no salão comunal da casa do irmão (Ela era Corvinal, ele Sonserina) apenas porquê não aguentava mais levar livradas na cabeça quando as estantes ficavam malucas.

Sua "vida", livre de impedimentos familiares começou com seu pequeno emprego em uma loja empoeirada na Russia e a entrada em uma universidade trouxa. O primeiro salário dividiu os gêmeos. Dorian decidiu se aventurar no mundo da natureza com a esposa com quem teria quatro filhos endiabrados; e Victoria, fascinada pelo estudo da moralidade humana, decidiu usar algo delicado, como uma varinha de condão, para trazer o caos e ganhar bem com isso. O segredo sobre sua vida dupla não é uma ação realizada as escuras de sua família, de certa forma, é tratado como forma de piada entre os integrantes da família Arathorn.

TESTE DE AÇÃO
Descrição »

As mãos imundas de sangue mancharam a parede branca do hotel "Merda. Vão cobrar a mais pela limpeza" disse brava consigo mesma "culpa sua" chutou um cadáver que estava no chão, um homem que aparentava estar na aurora de seus vinte anos mas que morreu com uma expressão que demonstrava apenas dor e medo, sem poder entender o que havia acontecido nos últimos segundos, talvez temendo pela esposa que na hora de sua morte apenas deu um ronco alto. Apontou a varinha para o pescoço do morto e murmurou "Diffindo", guardou a cabeça dentro de uma bolsa, foi em direção a porta, e apertou o botão que avisava as camareiras que podiam entrar e limpar o hotel e aparatou dali, levando consigo a cabeça, para comprovar a morte, e o coração dele, seu espólio de guerra.

1 HORAS ANTES

Meus caros mortais, caso planejem matar alguém aqui estão as dicas que vão necessitar nessa jornada gratificante. Primeiro, esqueça tudo o que aprendeu em filmes e nunca ataquem alguém na casa deles, principalmente se estes forem ricos. As pessoas costumam se proteger mais onde moram, pois todos se sentem mais vulneráveis onde dormem. Mas todo esse risco some no momento em que decidem sair durante a noite em um clube noturno quando decidem trair a esposa.

A bebida é um facilitador do meu trabalho, pois desinibe e aumenta a líbido. As pessoas não pensam direito quando estão com tesão, e desta vez não seria diferente. Sempre estude o alvo antes, inclusive suas preferências. Pois bêbados são desleixados e na volta pra casa a segurança do local irá perecer e foi exatamente o que ocorreu em meu caso.

Como um começo de uma piada ruim, um homem nu e bêbado aperta a campainha da própria casa e é recebido com gritos de uma esposa brava e, assim como o desfecho de tal horrenda piada, ele finda por não dormir no quarto da parceira, mas sim cair desmaiado no sofá da sala, totalmente desprovido de conforto, esquecendo-se de colocar os feitiços mais poderosos na casa, esquecendo-se que deu a localização de sua casa para uma estranha stripper que sentou em seu colo por apenas umas dezenas de dinheiro trouxa.

Observei toda a cena com a companhia de um cigarro barato preso nos lábios, bebendo mais um  gole da poção polissuco que continha o cabelo de mulher que, no exato momento, estaria acordando em um banheiro na China totalmente confusa.  O cigarro foi jogado no chão e minhas mãos envoltas por uma luva de couro. Me aproximei da porta de forma silenciosa, sendo encoberta pelas sombras e sem usar nenhuma magia. Havia sensores para aparatação.

- Alohomora. - Os lábios cor de carmim repuxaram-se em um sorriso quando escutei o clique da porta. Não havia nenhum feitiço para proteção complicado. Amadores.  - Repello Aparatio -  Aquele feitiço talvez já estivesse ali, mas cuidado nunca é demais. " Abaffiato"  O lance de escada que levava aos quartos foram envoltos em um ar denso e pesado.

Me aproximei do sofá onde o homem dormia em seus sonos de bêbado e sentei em cima da barriga dele, depositando um beijo na bochecha dele. Em susto os olhos dele abriram-se, arregalando-se - Travalingua - "Doholov" meus lábios se mexeram de forma delicada e nenhum som saiu. A varinha estava pressionada na virilha do homem, que começou a se debater debaixo de mim. Apenas dei um risada. Doholov não doía tanto como ela transparecia, um de meus colegas havia usado tal feitiço como forma de punição em mim durante um dos treinamentos, talvez estivesse me arriscando a usar um feitiço de punição. Com certeza algum alarme ia soar.

- Eu sempre quis médica, mas papai me obrigou a estudar direito - disse fazendo uma voz infantil e triste enquanto fazia minha varinha percorrer o corpo dele. Logo minha varinha mudou de rumo e enfiei sua ponta bem no fundo da narina esquerda dela, enquanto com a outra mão tampava a direita "Aguamenti" Um fluxo calmo de água começou a sair de minha varinha - Agora eu entrei numa aposta, sabe qual aposta Marianne?-  Ele tentava lutar, mas com a dor do outro feitiço, rapidamente perdia as  forças - Eu tenho de te matar usando feitiços do primeiro ano. No momento estou tentando te afogar- Tentei afundar ainda mais a varinha no nariz dela -Mas não está dando certo, vamos tentar outra forma?-

A aposta era válida, um desafio na verdade. Uma pena ninguém estar ali para presenciar isso Com a língua dele travada no céu da boca, tentei mover a língua com os dedos mas apenas ganhei uma mordida na minha mão e ele um olho roxo - Muito deselegante isso, querido.Vou ter de apelar para a nojeira Vomere -. Vômito saiam pela lateral da boca dele, pois com a língua travada no céu da boca e sem conseguir movê-la, a única opção que sobrava era o vômito voltar, o que causava mais ânsia e eu repetia o feitiço até que um pequeno borbulho começasse a se formar no fundo da garganta dele. Fiz uma careta de ânsia e virei um pouco para o lado - Dorian nos 15 anos ia amar isso. - O rosto dele começava a se tornar roxo e ganhava cada vez mais uma expressão de desespero pois o vômito começava a entrar na traqueia e não demoraria para que ele morresse engasgado. Uma morte feia, se me permite o dom da palavra, mas o filho da mãe não queria se afogar com água, tive de achar uma solução. Essa seria a solução perfeita, bêbados morrem engasgado com o vômito todo o tempo; infelizmente meus contratantes desejavam a cabeça do homem em uma bandeja de prata. Tive de gastar 100 dólares na maldita bandeja na Amazon.

"Bem, eu te matei. Não é mesmo? Agora preciso pegar o que desejo" Sorri desajeitada e os olhos dele se arregalaram, como se não acreditasse na situação que se encontrava. Puxei um pequeno colar do bolso e toquei o pingente em minha bochecha. Poucos segundos depois estávamos em um quarto de hotel russo trouxa, especializado em matadores de aluguel, apenas deu tempo de escutar os alarmes na casa por causa do uso da chave do portal. Bem, nem tudo pode ser 100%, não é mesmo?

."Diffindo" apontei para o peito dele, assim que caímos na cama fofa e abri um rasgo entre as costelas "Só preciso pegar uma coisinha aqui, com licença. Diffindo" Quebrei as costelas e consegui alcançar o coração que já havia parado de pulsar, puxei com força e guardei na sacola para roupas da lavanderia que o hotel oferecia.

Levantei, deixando o corpo sem vida jogado na cama e fui em direção ao espelho, arrumando a posição e, sem querer, tocando na parede "Merda. " Falei olhando pro risco vermelho na parede branca "Vão cobrar a mais pela limpeza".

avatar
Comensais da Morte


Registro Bruxo
Casa:
Habilidade: Meia-Veela
Galeões: 2.300
Contato
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Victoria N. Arathorn

Mensagem por Nerida Vulchanova em Dom Jun 04, 2017 8:25 pm

Ficha Aceita


* NERIDA VULCHANOVA *
FUNDADORA DO INSTITUTO DURMSTRANG - STAFF MASTER




BULGARIA LADY
INSTITUTO DURMSTRANG
-------------------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum