Instituto Durmstrang
É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome se quiser ter a conta ativada, não ativaremos nomes comuns utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

"[FP] Perenelle Foster"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"[FP] Perenelle Foster"

Mensagem por Perenelle Foster em Seg Maio 08, 2017 4:22 pm


Perenelle Foster
26 — Ministério da Magia Britânico — BRUXO— Margot Robbie

DADOS IMPORTANTES
Cargo desejado » Chefe da Suprema Corte

País atual » Inglaterra

Habilidades » Se possuir alguma.

DESCRICÕES
Descricão psicológica » Ela é divertida, muito alto astral e bem inteligente. Consegue fazer amizades facilmente, mas não consegue confiar verdadeiramente nas pessoas, exceto quando as pessoas certas realmente são convencidas por serem realmente verdadeiras e sua irmã, Eleanor, com quem confidencia seus maiores segredos. Não consegue sentir rancor pelas pessoas, mas não perdoa facilmente, as vezes incomoda muitos com sua auto estima elevada, mas ela não se importa e continua vivendo sua vida.

Biografía » Perenelle, segunda filha de Johanna von Quinzel e Jean Fournier, mortos durante uma emboscada feita por comensais da morte norte-americanos, nasceu e cresceu na França o que a levou a ter um maior interesse pelo mundo. Quando chegou aos seus 19 anos, fez um intercambio na Russia e na Irlanda.

Não demorou muito para que ela se envolvesse com alguém. Encontrou amor em Akihito, ele se tornou um ótimo marido e pai, ambos tiveram uma linda menina, Amaya, a menina dos olhos da mãe. Akihito que estava distante da família se sentia na obrigação de resolver suas pendencias e sacrificou o seu casamento em prol da sua linhagem, o que levou ao divorcio e afastamento de Perenelle levando consigo a filha, algo que ela ainda não perdoou. Ele jamais manteve contato ou a filha. Assim trocou seu sobrenome para o que possuía antes de casada, um ano depois recebeu a notícia do falecimento dos dois mais que jamais fora explicado por quem, logo recebeu alguns ministeriais em sua casa e a levaram presa por suspeita do crime e isto a deixou numa profunda depressão que a deixou louca e, e quando finalmente dois anos depois conseguiram descobrir que Perenelle era inocente e quem deveria estar em seu lugar eram os comensais, tentaram a soltar porém leis são leis e então deveria cumprir a sentença até o fim e enquanto estava terminando de cumprir podia receber visitas de sua irmã e ter regalias. Então ela sentiu que deveria cuidar com unhas e dentes os filhos de sua irmã Eleanor como se fossem seus e isto a fez sair da depressão aos poucos. Sua inocência era prova dos que são injustiçados e isto a fez conseguir o cargo de chefe da suprema corte no ministério e não decolou muito a principio, mas se tornou a melhor.

TESTE DE AÇÃO
Descrição » O horário o qual retirou-se de sua sala, era provavelmente um dos mais movimentados do Ministério. Onde os funcionários pausavam suas atividades para fazer refeições à fora, ou para dirigir-se a alguma reunião, ou audiência. O salto de seu sapato provocava um som irritante contra o chão, e ela tivera de aturá-lo enquanto caminhava entre corredores em direção ao elevador. – Boa tarde, senhores. Gesticulou adentro, esboçando um sorriso forçado. Eles a cumprimentaram, e lançaram olhares até mesmo desrespeitosos, como sempre. – Senhores, licença. Proferiu ao sair do elevador ligeiramente, por fim chegara ao nível doze.

Ainda pudera sentir olhares em sua direção enquanto as grades do elevador o fechavam. Ela apressou seus passos, chegando rapidamente até o tribunal. Um auror parado sobre a entrada a fitou dos pés à cabeça, até que ela se aproximou. – Olá, tenho uma audiência aqui. Tratando-se do único evento marcado para aquele dia, o homem a fitou mais uma vez e pediu que virasse a segunda esquerda. Ela adentrou ali, e seguiu as instruções. Deparou-se com um grupo de ministeriais da suprema corte, sentados sem seus devidos lugares, aparentemente aguardando a intérprete, que viria a ser ela. Embora não houvesse gostado do clima que lhe proporcionaram, a mulher não pudera fazer nada. Fora chamada em cima da hora, ou seja, eles deveriam dar-se por satisfeitos com sua presença. Ela avistou uma cadeira ao lado direito de seus companheiros, e ali havia um pergaminho e pena para registrar o ocorrido. Aproximou-se ruidosamente, apossando-se do seu lugar.

A partir dali, o julgamento dera início novamente. Ela só precisava fazer perguntas relacionadas ao caso. O réu, começara a explicar sobre sua breve passagem a Azkban, e junto ao seu advogado, revogava por direitos os quais não lhe pertenciam. Nada fora decretado naquele fim de tarde, o veredicto não estava sequer próximo. Enquanto a pausa para discussão entre juízes fora feita, logo voltaram a discutir o caso com deveras classe e formalidade, até que a seção fora finalmente encerrada. As assinaturas foram recolhidas por sua assistente, seguido de um carimbo que selava a conciliação.

Despediu-se dos integrantes da cúpula, e ao restante dos membros ainda presentes. Deixou o tribunal sem mencionar uma palavra sequer, passando silenciosamente pelo homem que lhe guiou trinta minutos atrás. Vira o elevador vazio e correu até ele, tomando fôlego e agradecendo a Merlim por ter sobrevivido a essa desagradável surpresa no fim do dia. Voltou ao seu departamento, deixou o documento numa gaveta trancada, como de costume fez duas chiquinhas em seu cabelo e pintou seu rosto e vestiu sua roupa colorida, o que ajudava a disfarçar fora do Ministério sua aparência e deixou o Ministério. Esta profissão embora uma parte dela peça para que saia a outra é mais forte dizendo a ela que mesmo que tenha passado por tudo aquilo que os réus passam, deveria permanecer e fazer justiça de modo legal e direito, direito que ninguém jamais a deu e que ela tendo chance pode oferecer aos réus, se for pra ser justa ela será e se não for não será.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "[FP] Perenelle Foster"

Mensagem por Godric Gryffindor em Qui Maio 18, 2017 5:38 pm

Ficha Aprovada


"Bold Gryffindor, from wild moor."

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum