Instituto Durmstrang
É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome se quiser ter a conta ativada, não ativaremos nomes comuns utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Dominique Delacour Weasley

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dominique Delacour Weasley

Mensagem por Eleanor Julliet Foster em Seg Abr 10, 2017 2:01 am

Características Físicas


A garota é meia-veela como a mãe, porém ao contrário da maioria, herdou a genética Weasley e possui cabelos longos sedosos e ruivos, que não cuida deles tão bem quanto a irmã, eles acompanham algumas sardas, de cor próxima ao dos fios, dispostas no rosto, que tem uma tonalidade muito clara, mas não ao ponto de ser branca feito leite. Tem uma estatura de 1,62 e é magra, da mesma forma que a mãe, porém com um porte atlético feito o pai. Seus olhos são azuis brilhantes cercados por um anel acinzentado em volta, uma herança de veela. Seu nariz é um pouco pontudinho, mas isto não incomoda a garota.

Características Psicológicas


Dominique é uma menina rebelde, moleca, leal, geniosa e sempre esta certa. Adora voar, assim como o pai, se sente livre em cima de uma vassoura. Também é muito inteligente, porém tem o dom para aprontar. É uma excelente amiga e sempre saber o que fazer, uma garota de muita atitude. Odeia comparações e é um tanto convencida, utiliza de seus dons meio-veela exclusivamente para sua diversão. É implicante, complicada, corajosa e preza muito pela alegria e boas gargalhadas. E apesar de tudo ela é muito madura. Notasse o quanto ela se assemelha ao pai, que em geral tem a maior parte do gênio da menina.

Questionário + História


01. Porque escolheu esse Cannon?
Escolhi este cannon em especial pelo meu amor pelo Gui Weasley e, consequentemente, pela própria Dominique que é muito semelhante ao pai. Além do mais ela possui o diferencial de ser uma meia-veela, que me é muito atrativo. Toda a personalidade e características fizeram com que eu desejasse mais esta personagem.

02. Porque acha que deve assumi-lo?
Acredito que o fato de gostar muito da personagem me ajuda ainda mais a merece-la, pois irei me dedicar sempre em mantê-la fiel ao que ela é. Creio que sou capaz de assumir a responsabilidade por esse cannon tão peculiar e divertido, tornando-a presente e marcante como ela deve ser.

03. Quanto tempo tem disponível?
Todos os dias da semana e algumas horas nos finais de semana.

04. Apresente um post de pelo menos 15 linhas de como agiria interpretando o Cannon escolhido.
Finalmente os dias de começar as aulas chegou, não estava quase impossível fugir das aulas de francês que mamãe insistia em nos dar, a Vic e o Lou até pareciam gostar, mas desde sempre achei insuportável. Meu pai por vezes me ajudava a treinar enquanto eu dava um bolo na língua estrangeira, que vale ressaltar que é desnecessária levando em conta que só vou a França nas férias e sempre me dei muito bem sem saber falar a língua local, até o dia em que foi pego por minha mãe e os dois tiveram uma briga feia. Não fui capaz de pedir para que ele o fizesse novamente, pois senti o quanto ele ficou abalado com as coisas que ouviu.
A casa estava uma bagunça, Victoire corria de um lado para o outro a procura de uma escova de cabelos, nunca entendi a fascinação que a garota tem por pentear as madeixas a cada segundo, logicamente eu havia escondido a mesma mais cedo no quarto do pirralho, assim ele leva a culpa e eu me divirto com a discussão dos dois. É o primeiro ano do Louis na escola e este estava demasiado ansioso, mal notara que eu também escondera seu livro de poções no malão da mais velha. No entanto eu estava serena fazendo a manutenção da minha firebolt, ciente de que minha mãe revisara três vezes que coloquei tudo organizadamente dentro do malão.
Papai estava impaciente, pois pedira permissão para chegar mais tarde no trabalho afim de nos acompanhar, como em todos os anos, a estação de King’s Cross e se despedir, afinal por um longo período estaria longe das minhas trapaças que sempre, quase sempre, o faz rir. Mamãe me passava um sermão sobre bom comportamento e eu claro reivindicava sempre que conveniente alguma observação equivocada da mulher, e a convencendo disso ganhava alguns créditos, no meio da conversa pode ouvir no andar de cima a explosão dos dois irmãos que discutiam sobre os pertences sumidos.
Corri para cima e observei atentamente os gritos da Vic “seu moleque, estava querendo me atrasar, mas você vai ver só...” e a defesa insistente do Louis “o que você está dizendo menina louca?” de repente a loira começou falar algumas coisas em francês, incrível como ela se parecia nos mínimos detalhes com nossa mãe, que vinha caminhando depressa para resolver o assunto e pude notar um sorriso de canto ao ver que pelo menos um dos filhos aprendeu sua língua mãe. “Foi você não foi Dominique!” ambos me atacaram. – Lógico que não foi eu, estava agora mesmo ouvindo as orientações da mãe. Não é mesmo? – disse me dirigindo para a mulher que ascendiu e no seu sotaque repreendeu os dois, fazendo-os procurar o que haviam escondido um do outro. Internamente uma gargalhada lutava para sair, mas a contive prontamente.
Ao fim do café da manhã um tanto comum, pois os irmãos estavam brigados de modo que apenas eu conversava animadamente sobre quadribol com papai e mamãe lia o profeta diário, de vez em quando parava lançando um olhar soberano para a mais velha e o mais novo, que se desafiavam quando a mulher desviava o olhar. Finalmente prontos para o tão esperado dia, fomos utilizando um carro trouxa, certamente enfeitiçado, até a estação e entre empurrões nós três atravessamos a parede, ainda me divertia muito ver o resultado da brincadeira mais cedo, nos despedimos de nossos pais e entramos no trem. Ao notar que Louis tentara entrar na mesma cabine que eu e Vic o travei na porta – Vaza daqui pirralho, vai procurar outro vagão, usa seus poderes de veela pra atrair uma amiga, a é você só atraí homem... Desculpinha, mas é pra isso que as veelas existem! – observei Lou caminhar emburrado pelo trem. “Você é muito dura com ele, apesar que acho que ele mereça depois d éter escondido minha escova” – Vocês o defendem demais, ele é uma peste e todo mundo sabe disso! – é claro que esse apelido lhe foi agregado graças a mim – E afinal de contas ele abe que eu apenas gosto de pegar no pé dele, não é nada pessoal... Hm, ok não é nada ofensivo de verdade – acrescentei ao receber o olhar incrédulo da loira.
Seguimos conversando animadas sobre o ano letivo com os demais amigos que adentraram o vagão, tanto que nem vimos a hora passar e como se a hora tivesse voado fomos nos trocar, pois estávamos perto da escola.

05. Texto aqui, aqui deve conter a trama narrada. Suas origens e como foi possível. Seja coerente.
Dominique nasceu nos anos 2000 é a segunda filha do casal Fleur Delacour e Gui Weasley. Sua mãe é meia-veela, característica passada para a garota, e seu pai um excelente jogador de quadribol embora trabalhe no gringrotes e não tenha optado por ser um jogador profissional. Suas origens são bem diversificadas, por parte da progenitora Dom tem laços francês e por parte do progenitor tem laços inglês. A família do pai é maior e mais agitada, possui parentes de idades próximas a dela.
A garota embora recebera a descendência meio-veela da mãe nasceu demasiada parecida com o pai, tanto na aparência com seus cabelos ruivos e sardas no rosto, como no jeito de ser. Desde sempre ela fora agitada e sapeca, tudo ao inverso da irmã mais velha, Victoire, que ao contrário do que dizem ser natural, a ruiva não seguia os seus passos fielmente. Tinha vontade de ser ela mesma, correr e rolar na lama enquanto Vic a olhava com censura. Dominique durante a infância teve uma relação muito conturbada com a irmã, pelo fato de serem tão diferentes e foi só ao longo dos anos que elas perceberam que as diferenças as uniam.
A relação de Dom com o irmão mais novo, Louis, era bem mais normal, porém a garota pega muito no seu pé e costuma o chamar de pirralho. A ruiva sempre bate de frente com a mãe, pois ambas eram muito diferentes, mas mesmo assim se amam demais. Entrementes o relacionamento com o pai é muito harmonioso, ambos tem a mesma paixão: quadribol, tanto que o homem ensinou a garota a voar desde os seis nos, e cá entre nós, ela te maior potencial que o próprio pai.
Dom ama ser meia-veela e desde que entrou na escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, se diverte com o efeito que isto causa nos garotos e adora a inveja que causa nas meninas. A isto se deve ao fato de ela não ter muitas amizades femininas além da própria família. Ela possui atração por encrencas e as faz com seus primos Fred ll e James ll. Mesmo ela sendo muito inteligente, não leva jeito para seguir regras.
Ela compreende quando uma amizade é verdadeira e a valoriza muito bem. Uma das pessoas que Dom mais gosta é Teddy Lupim, pois este jamais a tratou como criança, inclusive quando ela era, porém sentia ciúmes da relação do rapaz com a irmã mais velha, até que um dia percebeu o quanto os dois se gostavam e fez de tudo para faze-los ficarem juntos. Ela também é muito comparada com a tia Gina e mesmo que admire a mulher, detesta o fato de ser comparada, logo invoca com quem faz tal relação entre as duas.
Os únicos dramas que a garota tem atualmente, são as broncas que leva quando é descoberta por suas artes, no entanto sabe de cor a história conturbada que a família passou anos antes dela nascer. Se recorda todos os dias as condições ao qual se deu o casamento dos pais e admira que eles insistiram na ação por amor. Apesar de tudo, Dominique espera um dia ter um amor tão grande assim, mas prefere trilhar o seu caminho e descobrir o que a espera no futuro.

WEASLEY, Dominique DelacourFrase.
15 anos (5 º ano, Hogwarts) Londres Meio-veela Livro Karen Gillan
avatar
Servidor Suprema Corte Francesa


Registro Bruxo
Casa:
Habilidade:
Galeões: 800
Contato
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dominique Delacour Weasley

Mensagem por O Cajado em Seg Abr 10, 2017 10:45 am

Ficha aceita, bem vinda.
As informações da conta foram enviadas via MP.


O CAJADO
Eu sou um cajado vibrador
.........
avatar
Staff de Durmstrang


Registro Bruxo
Casa:
Habilidade:
Galeões: 800
Contato
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum