Instituto Durmstrang
É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome se quiser ter a conta ativada, não ativaremos nomes comuns utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Sigurdsdottir, Aslaug

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sigurdsdottir, Aslaug

Mensagem por Aslaug Sigurdsdottir em Sab Dez 03, 2016 3:43 pm

Aslaug Sigurdsdottir
27 — MERCENÁRIOS — CRIATURA — evan rachel wood

DADOS IMPORTANTES

CARGO DESEJADO » Mercenário.

PAÍS ATUAL » Rússia.

HABILIDADE » Vampirismo & Clarividência.


PSICOLÓGICO

"It's lonely here, there's no one left to torture"

Um ser vulgar que se apresenta com um sorriso amigável e braços abertos para aqueles que podem pagar os seus serviços, mas nunca se esqueça que o que você paga é uma distante fantasia. Sim, ela irá realizar seus desejos mais sórdidos e você terá a cabeça de quem desejar em uma bandeja de ouro, mas nunca se esqueça que tudo na vida vem com um preço e se você não pagar...Bem, tente não imaginar isso, não queremos estragar a surpresa.

Como um demônio ela irá se apresentar amigável, mas no rasgo de seu lábios, entre seus sorrisos e dentes, se olhar bem, conseguirá ter o deslumbre de uma loucura antiga que nenhum ser atualmente apresenta, e então você irá entender que ela é capaz de tudo por seus interesses e torça para que o interesse seja você.

BIOGRAFÍA

"I caught the darkness [...] From your little golden cup. I said: Is this contagious? You said: Just drink it up"


Memórias são algo frágeis, não é necessário muito esforço para que elas se quebrem em pedaços. Quem Aslaug antes de provar do cálice dourado da imortalidade? Não há nenhum vestígio em sua mente e nada que possa fazê-la lembrar de fatos ocorridos antes de sua morte. Há apenas uma sensação que com os anos vai se tornando cada vez mais distante: Inocência.

A mesma inocência que a fez chorar de pavor ao encontrar-se nua em uma cama manchada de sangue com um defunto degolado ao seu lado na noite de núpcias quando tinha doze anos. Fora prometida para um rei enquanto jovem e todos pareciam estar felizes com tal decisão, noite e dia amas enchiam sua mente com histórias felizes e cancões de heróis enquanto ela acreditava em todas as maravilhas que lhe contavam sobre a felicidade duradoura que a esperava, mas ninguém a havia preparado para a brutalidade de seu marido. Mas não foi a inocência que a fez entregar-se aos braços do assassino de seu marido naquela noite, foi o desespero.

Ele a levou para longe, para as terras além do mar, e com paciência a ensinou os caminhos da magia, zelou por ela durante anos antes, tomando-a como esposa antes de abandona-la após uma profecia ter sido feita, profecia que ela só iria recordar ou entender quando já fosse tarde mais para muda-lá.

Não demorou para a guerra, fome e a praga baterem em sua porta e novamente encontrar-se em uma cama com lençóis ensaguentados, mas desta vez havia um pequeno embrulho em seus braços que há horas não se movia e quando finalmente já estava pronta para ir se juntar aos Deuses seu marido a casa havia retornado encarnado na própria morte. Ele selou os lábios dela com um beijo e suas memórias com um feitiço. E naquele exato momento ela entendeu que a profecia havia se completado.

Acordou debaixo da terra areada do cemitério, mas ao contrário dos outros mortos os vermes não se interessavam por sua carne, ao contrário, a repudiavam como se fosse uma abominação da natureza. Sua única sensação era fome e seu único instinto era procurar por sua varinha para que pudesse sair daquele buraco. Mas não conseguia se mover, seu corpo estava preso debaixo daquela terra e sua mente ia e voltava dando-lhe apenas alguns minutos de sanidade. Talvez tivesse passado décadas, séculos quando conseguiu sair daquele cova. E mesmo assim alguém a esperava com uma proposta irrecusável.

TESTE DE AÇÃO

As mãos alvas acenderam um cigarro e Aslaug deslizou o corpo para trás, soltando a fumaça para cima. - Sabe... - Umedeceu a ponta dos lábios com a língua e voltou a encarar o homem a sua frente - Eu nasci com essa habilidade inútil, uma clarividência mal explorada, creio que por causa de eu não lembrar de minha vida, que me permite sentir algumas coisas...- Fechou os olhos por alguns instantes, pensativa - As vezes são apenas ondas ou intuitos. Por exemplo, eu sei que você está escondendo algo, mas não sei o quê. - Abriu os olhos e deu um sorriso sem mostrar os dentes segurando o cigarro nos lábios. Aproximou-se em passos vagarosos daquele que estava à sua frente e tocou com a ponta da varinha a carne macia do rosto do rapaz e com a outra mão pegou o cigarro jogando-o no chão  - Eu sou nova no ramo, demorei para descobrir que eu poderia lucrar com meus hobbies, pretty boy - Deslizou a varinha pelo pescoço do rapaz e soltou um longo suspiro - Então porquê não me diz onde estão os documentos? -
[CONSTRUÇÃO BABY]

DARK WIZARD:
A seguir, narre uma das seguintes missões (a escolha da missão é sua). Todas elas serão analisadas da mesma forma: ortografia, coerencia, versatilidade nos feitiços usados e, é claro, a crueldade.

△ Missão 1 » Encontrar e Destruir: Você deve ir até o norte da Rússia, em um famoso hotel onde personalidades importantes vem e vão. A chave de portal, de acordo com o nosso informante, é uma taça banhada em ouro, com o brasão de Luft. Roube a chave de portal DISCRETAMENTE e então a destrua, dentro ou fora do hotel. A escolha é sua. Seja razoável!

△ Missão 2 » Assassinato: Você deve entrar furtivamente na casa de um auror, onde ele mora com sua esposa, e matar apenas ele, sem acordar sua parceira. Note que é uma casa bruxa e de um auror... Seja coerente e cauteloso.

△ Missão 3 » Duelo: Um auror detetive encontrou nosso esconderijo enquanto você estava vigiando. Antes que ele aparate, você o alcança e ambos param em uma floresta. Você não pode deixar que ele saia dali com vida! Narre tudo, desde a sua descoberta do auror, depois todo o duelo e então seu regresso ao esconderijo. Seja razoável no duelo!

   
   
   




avatar
Mercenários


Registro Bruxo
Casa:
Habilidade:
Galeões: 2.300
Contato
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sigurdsdottir, Aslaug

Mensagem por Antonieta Marlovisk em Dom Dez 04, 2016 2:08 pm

FICHA ACEITA


Ficha aceita. Bem vinda ao grupo, o recebimento de sua marca negra é opcional, podendo ser postada no esconderijo ou em algum estabelecimento clandestino.




antonieta marlovick dama das sombras

give it to me, oh baby
avatar
Ministra da Magia Russa


Registro Bruxo
Casa: Haus Land
Habilidade: Oclumente e Legimente
Galeões: 75.202
Contato
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum